Bem vindo ao site da ONG Atitude Cooperação
Siga-nos nas redes sociais
Novidades
Doar é mais fácil do que parece doar agora
03/06/2015 09:11:00 ONG participa de lançamento do Protocolo da Assistência Materno Infantil do RN

A orquestra feminina do Tocando a Vida com D’Amore participou, na manhã da sexta-feira (29), do lançamento do Protocolo da Assistência Materno Infantil. A solenidade aconteceu na Escola de Governo Cardel Eugênio Sales, no Centro Administrativo, e contou com a presença de alunas da ONG Atitude Cooperação, do governador do Estado, Robinson Faria, do secretário de Saúde Pública, José Ricardo Lagreca, de representantes do comitê de luta pela redução da mortalidade materna, infantil e fetal do Rio Grande do Norte, do Instituto de Ensino e Pesquisa Alberto Santos Dumont, além de profissionais da saúde do estado. 

O governador Robinson Faria, que abriu o evento, destacou o Protocolo como um importante avanço para o setor. “Hoje tenho o prazer de assistir o lançamento deste documento inédito, e que demonstra o empenho de uma equipe técnica preparada que luta para a melhoria contínua da saúde do estado”, ressalta. Para enriquecer ainda mais a importância da ocasião, os alunos da Atitude Cooperação realizaram um concerto com músicas nacionais e internacionais e também entregaram ao governador um presente.  

Sobre o protocolo

Viabilizado através de recursos do Projeto RN Sustentável, o protocolo faz parte de um conjunto de ações para o fortalecimento da rede materno infantil e será implantado inicialmente em 40 maternidades públicas e filantrópicas do estado, através da capacitação (prevista para o segundo semestre) de 200 profissionais dessas unidades.

O manual foi elaborado pela equipe da Secretaria Estadual de Saúde (SESAP), em parceria com a Sociedade de Ginecologia e Obstetrícia do RN (SOGORN), Sociedade de Pediatria do RN (SOPERN), UFRN, UERN, Comitê Estadual de Luta pela Redução da Mortalidade Materna, Infantil e Fetal, e Instituto Alberto Santos Dumont.

 

Foto: João Vital

Nós podemos mudar a realidade de nossas crianças